Análise biomecânica do agachamento

Publicado em 21/08/2013

O agachamento é constituído basicamente por 2 fases: a primeira constitui-se de um movimento simultâneo de flexão dos quadris, joelhos e flexão dorsal do tornozelo com a produção de um deslocamento vertical descendente do CG corporal, o segundo por um movimento de extensão dos quadris, joelhos e flexão plantar dos tornozelos com a produção de um deslocamento vertical ascendente do CG.
Musculatura envolvida no movimento

Músculos flexores dos quadris
Psoas ilíaco, sartório, addutor longo e curto, pectíneo, reto anterior, tensor da fascia lata, glúteo menor

Músculos extensores dos quadris
Adutor maior; glúteo médio, glúteo máximo, semitendinoso, semimembranoso, piramidal e bíceps.

Músculos flexores dos joelhos
Bíceps, semitendinoso, semimembranoso, grácio e sartório.

Músculos extensores dos joelhos
Quadríceps
Tipo I (Body pump)

Características: Flexão discreta dos joelhos
Flexão profunda dos quadris
Joelhos não ultrapassam a linha dos pés
Pés e joelhos paralelos
CG se desloca vertical e horizontalmente
Trabalho negativo durante a flexão de quadril

Tipo II (musculação)

Características: Flexão profunda dos joelhos
Flexão discreta dos quadris
Joelhos ultrapassam a linha dos pés
Pés e joelhos paralelos
CG se desloca verticalmente e dentro da base.